Search    Magazine | Zbynet | Google | Yahoo | Altavista | Lycos
Thursday, October 1, 2020   Welcome/Bem-vindo  Guest/Visitante    
English Português Español

Currency / Brazil - Real

 

Poll / Enquete

Corona Vírus - Fato ou Boato ?




 

Sponsor's

 
 

Advertisement

Religiao

Todas as Matérias

O Sofrimento

Mais cedo ou mais tarde somos obrigados, mesmo que não o queiramos, a confrontar-nos com o sofrimento. Ninguém pode fugir desta realidade. A ciência, a medicina poderá avançar, mas chegará o momento do maior sofrimento, da maior luta contra o mal que é a morte. Não há possibilidade de escapar. É necessário olhar no rosto da dor e nos perguntar: o que podemos fazer com ela? Não sou filósofo e nem teólogo para procurar explicações que não convencem a nós, pobres mortais, nós sabemos que quando um membro do corpo adoece e dói, todo o corpo dói. Temos experiência do que quer dizer uma dor de dente ou uma febre que nos prostra, deixa-nos mal e incapazes de agir.

Provavelmente nunca haverá uma explicação que satisfaça diante da dor, mas nem por isso devemos deixar de buscar e procura todos os remédios possíveis para diminuir a dor humana, quer seja física, psicológica, religiosa. Todo sofrimento pode ser reduzido na sua intensidade, mas nunca anulado dentro da nossa consciência. Somos constantemente interpelados pela dor  e não sabemos como responder.

Parece que as ciências humanas pouco ou quase nada podem dizer-nos. Nós  vemos uma criança nascer, crescer e depois  morrer. A morte nunca é bem porque é o ápice de todas as dores. E fugir dela é fugir da maior experiência de  nossa humanidade. Ninguém foi capaz de escapar da morte, nem Jesus Cristo. Ele morreu, mas com a ressurreição, ele devolveu a vitória ao ser humano sobre todas as dores. A morte não pode ser considerada fim, porém o início de nova vida, mas isto é já fé.

O cristianismo dá uma resposta à dor a partir da vida de Cristo Jesus, com sua experiência e com sua atitude diante da dor. Ele passou todos os sofrimentos: físico espiritual, humano,  psicológico.  Portanto, ele pode se tornar para nós modelo pleno  de uma resposta diante da dor. Não buscar a cura com agressividade e com revolta, mas com amor e calma, sabendo que toda cura será passageira. O que hoje superamos amanhã voltará com novo nome e com nova força. Dizem que nos últimos anos foram descobertas mais de 50 novas doenças. Doença viaja não de trem  e nem a pé, mas de avião. Todos o movimento migratório com  tantos benefícios que traz, traz também novas doenças.

É necessário mergulhar na palavra de Deus, especialmente no evangelho, para poder compreender o sentido novo do sofrimento como caminho e meio de verdadeira libertação.

 

            JESUS CRISTO

 

O sofrimento não é anulado com a vinda de Jesus. A novidade que Jesus nos oferece é que o sofrimento não pode anular a alegria cristã. Dor e paz, alegria e cruz, podem estar juntos na nova visão evangélica. O apóstolo Pedro nos diz: "Deveis alegrar-vos na medida em que participais dos sofrimentos de Cristo, para que na revelação de sua glória possais exultar e alegrar-vos." (1Ped.4,13)

         Eu aprendi a descobrir o grande livro da explicação do sofrimento contemplando a Cruz de Cristo. Quando a dor seja qual for, me visita, me recordo de tomar em minha mãos a cruz de Jesus  e vendo-o crucificado por amor, posso compreender  que todo amor nasce da dor de não viver o amor em plenitude e não ser retribuído pelo amor doado.

A cruz, símbolo supremo do sofrimento, realiza a plenitude da redenção. Toda a vida de Jesus foi orientada para o calvário, para a sua "hora" em que consumaria a sua vida  como dom supremo do seu amor: "Ninguém tem maior amor do que aquele que dá a vida por seus amigos."(Jo 15,13)

         Uma leitura atenta do evangelho nos ajudará, sem dúvida, a acompanhar Cristo na sua trajetória terrena e ver como ele foi assumindo o sofrimento como caminho para realizar o projeto do Pai. Na medida que nos distanciamos do evangelho e do exemplo de Jesus temos cada vez mais medo do sofrimento e nos tornamos como que obcecado  na busca de uma vida sem cruz que não existe.

São João da Cruz nos diz: "quem é inimigo da cruz de Cristo é inimigo da glória de Cristo."

 

            O QUE FAZER DIANTE DO SOFRIMENTO?

 

Parece-me que, diante do sofrimento, nós temos três alternativas:

  1. Devemos, porquanto nos é possível, fugir do sofrimento usando todos os meios que são colocados à nossa disposição. Seja qual for o sofrimento não devemos procurá-lo e nem considerá-lo bom, ele é um mal em si mesmo. Deve ser combatido e vencido, daí o grande serviço que os cientistas prestam à humanidade inventando todos os dias  medicinas novas. Mas quando o sofrimento se torna "caminho obrigatório" para realizar a vontade de Deus, devemos aceitá-lo com amor, contemplando na dor o caminho de nossa santidade.
  2. Não podemos permanecer indiferentes diante da dor nem própria e nem alheia. Precisamos perceber que o sofrimento deve ser superado e aceito por amor. Por  isso todos as formas violentas que querem acabar com ele, contra os princípios éticos  do evangelho e  da Igreja, devem ser rejeitados: eutanásia, suicídio, etc.
  3. Amar a cruz como participação ao sofrimento de Jesus e saber que através da aceitação amorosa do sofrimento nos tornamos "apóstolos e cooperadores" de Deus no mistério da redenção. Oferecer o sofrimento a Deus  como dom  e como reparação dos nossos pecados e da humanidade.

 

A ajuda dos místicos São João da Cruz, São Francisco, Santa Teresinha muito poderá nos ajudar a assumir esta nova consciência diante dos sofrimentos.

Não quis escrever um artigo para aprofundar  o mistério do sofrimento, não tenho esta capacidade. Sou alguém que, como você, sofre no corpo, no espírito, na psique e que pensando em Jesus e oferecendo este sofrimento tenho encontrado alívio nas minhas dores.

Queixo-me com o Senhor como Paulo para que tire o "espinho da minha carne", mas me consola a resposta de Jesus: "Patrício, te seja suficiente a minha graça!"

 

É isso, na verdade, o que acontece: por maiores que sejam, os sofrimentos logo se tornam suaves quando sabemos que, com eles, agradamos a Deus. Quem chega a esse ponto ama desse modo as perseguições, as desonras e as ofensas. Isso é tão certo, tão conhecido e tão claro que não é preciso prosseguir. (Santa Teresa de Jesus, F 5, 10)

 

"Faz-nos tanto bem, quando sofremos, ter corações
amigos, cujo eco responde a nossa dor". (Santa Teresinha)

 

"Na tribulação recorre logo a Deus confiantemente, e serás animado, esclarecido e ensinado." (São João da Cruz)

 

" Existe um ser, o amor, que nos convida a viver em sociedade com ele (1Jo 1,3). Ó mamãe, isto é delicioso! Ele está ali, fazendo-me companhia, ajudando-me a sofrer, ensinando-me a superar a dor para descansar nele.(Beata Elisabete da Trindade, C 273)

 

"O céu não rouba nada sem pagar desmesuradamente. Não devemos ver os sofrimentos muito grandes e as alegrias muito pequenas."(Santa Edith Stein)

 

Frei Patrício Sciadini, ocd

 




Send your comment / Envie seu comentario

Name *
E-mail *
Country   
State / Province    
City    
Title - Max. 60 char. *
Your Opinion
   characters available for your opinion.
 

Read more - Leia mais...

Atualidades / News
Statues of Forró musicians   Leia mais...
 
Política / Politics
  20/05/2011 às 20:24 Direto ao Ponto - AUGUSTO NUNES - REVISTA VEJA O caseiro do Piauí e a camareira da Guiné   Leia mais...
 
Ciencia / Science
A HISTÓRIA PARA A CIÊNCIA Já algumas vezes me perguntaram do porquê de eu ter escolhido a profissão que hoje tenho: Física. Talvez a re  Leia mais...
 
Economia / Business
Economistas acreditam que dólar baixo veio para ficar A notícia é boa para quem quer viajar ao exterior e para o controle da inflação, mas é ruim para os exportadores bra  Leia mais...
 
Tecnologia / Technology
O robô nosso de cada dia Atenção!  Fique atento! Rob  Leia mais...
 
 
Saúde / Health
Substitua os Queijos Amarelos pelo Queijo Cottage   Leia mais...
 
Beleza / Beauty
Mitos e verdades sobre celulite Quando o assunto é celulite, todo mundo vira cientista: as pessoas têm sempre na ponta da língua uma teoria para explicar os furinhos na pele. Alg  Leia mais...
 
Esportes / Sports
História do Skate O skateboarding é um dos esportes radicais mais populares em todo o mundo. No Brasil, por exemplo, é comum vermos skatistas praticando a modalid  Leia mais...
 
Curiosidades / Curiosity
10 Big Myths about copyright explained An attempt to answer common myths about copyright seen on the net and cover issues related to copyright and USENET/In  Leia mais...